Todos os anos, as licenciaturas em antropologia do nosso país acolhem e formam várias dezenas de estudantes que ao terminarem a sua formação se apercebem que ser licenciada/o em antropologia não se traduz numa via profissional única e direta. Consideramos que as/os estudantes e recém-licenciadas/os em antropologia constituem o futuro da disciplina, da comunidade antropológica e da nossa associação; e que, por isso, devem encontrar na APA um espaço seu, para refletir sobre desafios e potencialidades relativas aos seus percursos laborais e saídas profissionais.  

Áreas de atuação:

– Estreitar relações com os diferentes núcleos de estudantes e entender os desafios e necessidades das e dos jovens em formação;
– Incentivar uma participação ativa das e dos estudantes nas atividades da APA e da comunidade antropológica;
– Promover a integração de novos sócios/as estudantes, criando condições mais favoráveis e benefícios para que isso aconteça.
– Zelar por mais articulações entre estudantes do 1º ciclo e sócios envolvidos na investigação e intervenção não académica. 

Imagens relacionadas: