Esta Linha de Ação pretende continuar o dossier já iniciado na anterior direção para corrigir a atual situação de dependência da sociologia nos concursos de bolsas e projetos FCT, situação que prejudica as diversas disciplinas e as ciências sociais no seu todo. Colaborar com os esforços de outras disciplinas para reforçar a importância, visibilidade e financiamento das ciências sociais num quadro de pluralidade e autonomia. A Linha de Ação pretende garantir a boa coexistência das várias subdisciplinas da antropologia (cultural, social, biológica, aplicada, médica, etc.), em pluralidade teórica e com autonomia relativamente às outras ciências. 

Consulte também os documentos produzidos pela Associação Portuguesa de Antropologia em defesa dos interesses da antropologia e dos antropólogos, e outros documentos de relevância para a antropologia portuguesa e internacional.

 

Imagens relacionadas: