Doutoramento: Antropologia (NOVA FCSH / ISCTE-IUL) | candidaturas abertas

      Comentários fechados em Doutoramento: Antropologia (NOVA FCSH / ISCTE-IUL) | candidaturas abertas

Estão abertas as candidaturas para o doutoramento em antropologia em associação NOVA FCSH e Iscte. A primeira fase de candidaturas decorre até 29 de março. Esta segunda edição do doutoramento será gerida pela NOVA FCSH:
https://www.fcsh.unl.pt/cursos/doutoramento_em_antropologia/

Doutoramento em Antropologia

No ano letivo 2020/2021, a instituição de acolhimento deste doutoramento será a NOVA FCSH.

Os Departamentos de Antropologia da NOVA FCSH e do ISCTE-IUL consolidaram-se, desde a década de 1980, nas duas principais referências do ensino da antropologia em Portugal.

No século XXI, os seus centros de investigação uniram-se no CRIA (Centro em Rede de Investigação em Antropologia), a que pertence a maioria dos docentes do Doutoramento – além do CEI-IUL (Centro de Estudos Internacionais), CICS-NOVA (Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais) e IHC (Instituto de História Contemporânea).

Ambos os programas doutorais juntam-se agora, também, na criação de um Doutoramento em associação, incentivando assim a cooperação entre docentes, investigadores e recursos de ambas as instituições, com o objetivo de consolidar um programa doutoral com sinergias e escala de âmbito e qualidade internacionais.

OBJETIVOS

____

Gerais:

  • fornecer elementos teóricos, conceptuais e metodológicos aprofundados para o estudo da Antropologia;
  • proporcionar aos estudantes condições para o debate das temáticas fundamentais adequadas ao nível de formação avançada;
  • desenvolver capacidade de reflexão crítica;
  • dotar os estudantes das competências necessárias à investigação;
  • capacitar os estudantes para a realização de trabalho independente.

 

Aprendizagem:

  • capacidade para investigar de forma independente;
  • competência para debater temas complexos desenvolvendo a capacidade de síntese;
  • apreender os conceitos, teorias e metodologias inerentes ao desenvolvimento do trabalho de investigação em Antropologia;
  • articular os contributos da Antropologia com outras disciplinas
  • capacidade para apresentar por escrito ou oralmente, de forma clara e coerente, problemas intelectuais complexos;
  • capacidade para desenvolver pesquisa documental, trabalho de campo e redigir documentos longos;
  • compreender e relacionar fenómenos complexos em contextos sociais e geográficos diferentes.

 

 

Imagens relacionadas: