Barragem do Pisão: terceiro parecer técnico desfavorável da Associação Portuguesa de Antropologia

Em resposta a mais uma fase do processo de consulta pública e no seguimento dos anteriores contributos da Associação Portuguesa de Antropologia (APA), foi elaborado um novo parecer pela comissão técnica da APA que tem acompanhado os estudos de impacto ambiental do Projeto de Execução do Aproveitamento Hidráulico de Fins Múltiplos do Crato que, entre vários impactes ambientais e sociais com a construção da barragem, irá obrigar ao realojamento da aldeia do Pisão.

Neste seu posicionamento, a APA critica uma vez mais a ausência de profissionais de antropologia nas equipas técnicas deste projeto e a não existência de um plano de monitorização específico para o processo de desalojamento/realojamento da aldeia do Pisão. A APA continuará assim a participar ativamente na defesa do território, da sua população e da sua imensa riqueza paisagística (cultural e natural) contra uma lógica de desenvolvimento puramente extrativista.

Continuar a Ler

Imagens relacionadas: